1446

RHLS: moda para "hipsters"

Sabe aquelas pessoas super descoladas que você vê pela rua, cheias de estilo e que não têm medo de arriscar no guarda-roupa? Pois bem, são para elas que os designers Mackswell Sherman e Sarah Jones criaram a marca Ruffeo Hearts Lil Snotty, com peças bastante inusitadas, abusando de cores, formas geométricas e misturas de tecidos (sem perder a classe, é claro). As roupas são vendidas em sua loja/estúdio no Brooklyn e também no Etsy. Isso sim que é moda maneira!  

» comente

Chiki: um jeito diferente de embalar suas coisas

Olha só que legal essa embalagem de tecido, inspirada  nas técnicas tradicionais japonesas de embalar objetos com amarrações.  Além da estampa, que é uma verdadeira gracinha, a embalagem, apelidada de Chiki, é eco-friendly, pois ajuda a reduzir o consumo de sacolas ou outro tipo de material que seria imediatamente descartado após o uso. A embalagem pode ser utilizada como embrulho para presentes, sacola de comprar e até mesmo acessório de moda. À venda por € 28 (!!!) aqui.

» comente

Bijuterias com gravuras

Nós simplesmente nos apaixonamos pelos aneis, pulseiras, colares e brincos de cerâmica criados por Abby e Kate, duas artistas que decidiram produzir uma série de bijuterias feitas a mão, com desenhos estampados utilizando métodos de gravura.  O projeto é chamado de Goldenink e são verdadeiras preciosidades. Saiba mais aqui.

» comente

A pattern a day

A designer Ana Luiza Gomes é autora de um desenho de superfície encantador! Em seu projeto, chamado A Pattern A Day, a designer nos mostra suas produções de estamparia, várias delas elaboradas à mão, com um traço bastante característico, o desenho vazado e padronagens simplificadas.  Um de seus projetos que nos chamou a atenção foi um livro que ela criou para comemorar o aniversário de 90 anos de sua avó! Não  é uma graça? Aliás, a designer também tem um blog muito interessante, com várias referências de texturas e moda. Para dar uma espiada, é só clicar aqui

Que lindo! Só meu nome que está errado, é Ana Luiza Gomes. rs! Obrigado pelo post, muito lindo ;]
Ana Luiza Gomes
visitante
02.08.2011 às 09:56
Oi Ana! Desculpe, já corrigimos o erro! hehe bjs!
Cláudia Bär
Fresta
02.08.2011 às 10:03
» comente

Fantasias-esculturas sonoras

Misturando seus conhecimentos em tecidos e materiais variados, Nick Cave criou uma série de roupas/fantasias que parecem esculturas... ou seriam esculturas que se parecem com fantasias? De qualquer maneira, ficamos impressionadas com a quantidade de detalhes, cores e texturas. Além disso, o artista percebeu que, ao misturar galhos com pedaços de metal, tecido e várias outras coisas que as pessoas costumam jogar fora, esses materiais produziam um som característico ao serem vestidos e movimentados, apelidando suas criações de Soundsuits. Veja abaixo algumas de suas criações e também um vídeo com um depoimento do artista.

Po que genial!!
Thomas Hernandez
visitante
07.07.2011 às 17:27
» comente

Você já conhece o Coletivo Margot?

Em 2010, duas cineastas, uma estudante de cinema e uma arquiteta decidiram formar o coletivo de arte Margot, que além de produzir textos, fotografias e vídeo arte, contam com projetos colaborativos muito bacanas, como o Laços e o Enciclopédia.  O projeto Laços funciona mais ou menos no mesmo estilo do Learning to Love You More; a cada cinco dias, o Margot sugere no seu blog pequenas tarefas, nas quais qualquer pessoa está convidada a participar e enviar sua colaboração.  Já no projeto Enciclopédia, as pessoas são convidadas a darem suas definições para um determinado tema, também pré-definido pelo Margot. A proposta do coletivo é bastante interessante, aliás, vocês sabiam que elas também são daqui de Floripa?
Estamos publicando um vídeo e algumas imagens só para você ter um pequeno gostinho do que pode ser encontrado por lá. Clique aqui para espiar. 

» comente

Tendências inverno 2013

Esses dias nós apontamos as macro-tendências de inverno do ano que vem, dessa vez vamos dar uma espiadinha nas três macro-trends do inverno de 2013 apontadas pelo WGSN, paralelamente ao SPFW. Com o tema "Um mundo, infinitas possibilidades", a moda se desdobra entre multiculturas e estilos de vida, além da busca pelo simples e sustentável. As macro-trends são:

Hypercultura: inspirada em diversas cultural orientais e ocidentais, a web democratiza a história cultural com novas estéticas e múltiplas influências, inclusive de antigas tradições. Destaque para a estética japonesa no guarda-roupa feminino, como as coleções da Kenzo dos anos 80, além de lãs grossas e mistura de estampas geométricas, xadrezes e indígenas. Já no guarda-roupa masculino, as padronagens são fragmentadas, com tecidos reversíveis e pespontos decorativos. Para as crianças, aparece o toque urbano e casual em sarjas com detalhes e cores brilhantes, e muitas, muitas estampas. As cores passeiam entre as fortes, sintéticas e pastéis.

Neutralidade Radical: em meio ao caos urbano, a busca pela neutralidade se torna essencial. Surgem as roupas e rostos unissex, estruturas minimalistas e produtos com múltiplas funções, tudo com cores suaves. No feminino teremos formas que se afastam do corpo, tecidos naturais, barras inacabadas, tecidos amassados, cortes a laser contrastando com a alfaiataria em tecidos sintéticos. No masculino, aparece a alfaiataria minimalista, com golas e lapelas estreitas, a silhueta alongada, looks estruturais e efeitos de sombreamento.

Eco Hedonismo: o luxo mesclado à natureza, uma estética enigmática, hedonista. Nos looks femininos os ombros são exagerados, decotes altos e muitas camadas, aparecem também as transparências, penas e peles. No masculino surgem os tecidos transpassados, tweed, jacquard, brim e cambraias em silhuetas drapeadas. No guarda-roupa infantil, a mistura de texturas lisas e rústicas. As cores são terrosas, além do vermelho escuro, ocre e laranja queimado.

Os vídeos abaixo ilustram cada uma delas. E aí, em qual dessas macro-tendiencias vocês apostam mais?

» comente

Papel de parede vintage

Nós aqui da Fresta temos um carinho especial pelo retrô e pelo vintage, em especial a Marina, que adora produtos nesse estilo. Nisso, encontramos um site, chamado Johnny-Tapete (um nome bem engraçado, por sinal), com papéis de parede  vintage de todos os tipos: geométricos, psicodélicos, florais, listrados, barrocos... um mais lindo que o outro. Além disso, o site também vende objetos de decoração, roupas, acessórios e sapatos originais dos anos 50, 60, 70 e 80. Quem gosta dessa estética não pode deixar de espiar. 

» comente

Novo briefing do Trendwatching: Innovation Extravaganza

Todo mês, o Trendwatching publica um briefing compartilhando suas pesquisas sobre comportamento do consumidor. Este mês o site divulgou a chamada “Innovation Extravaganza”, que incentiva a explorar inovações e todas as (mini) tendências que vem com elas (já que a inovação é o único modo de sobreviver num mundo cada vez mais global e competitivo).  Para o Trendwatching, inovação seriam novos produtos, serviços e experiências que atendem às necessidades e desejos dos consumidores de maneira surpreendente, mas não necessariamente séria/complexa.

O site lista 30 inovações divididas em 15 “mini-trends”, que seriam:

  1) Hapinness: aplicativos móveis preocupados não apenas com a saúde física dos consumidores, mas também com o  seu bem-estar emocional.

2) Cash-less: Nos mercados mais maduros, o desejo por conveniência faz com que consumidores busquem efetuar transações sem dinheiro. É o caso do Google Wallet, um aplicativo para Android usado para pagar contas pelo celular, simples e prático!

3) Embedded Stories: Produtos com uma história por trás, aumentando o apego emocional. Um exemplo disso é o projeto RememberMe, que comentamos aqui.

4) Life: Subscribed: Com a vida dos consumidores cada vez mais cheia de afazeres, surgem boas oportunidades em serviços de curadoria e venda por assinatura. É o caso da Hoseanna, que todo mês entrega meia-calças na casa de suas clientes dos EUA, ou ainda o Tota Press, que confecciona cartões feitos a mão por encomenda, também nos EUA.

5) Now-or-never commerce: os consumidores adoram a sensação de excitação e exclusividade, e é por isso que os sites de compra coletiva e lojas pop-up têm dado tão certo.

6) Extreme Charity:  atos de bondade/generosidade por parte da sua empresa pegam bem para os clientes e para o mundo.

7) Pop-up 4.0: O conceito de transitoriedade tornou-se um elemento permanente na comercialização de vários serviços e produtos e também como algo estratégico. Temos visto cada vez mais lojas pop-up surgindo por aí. Maiores, melhores e mais inovadoras.

8) Professionall: preços, produtos e ferramentas cada vez mais acessíveis permitem que pessoas comuns criem produtos com qualidade profissional.

9) Repyoutation: As pessoas têm se dedicado cada vez mais à sua vida online e também à sua reputação no mundo virtual. Isso mesmo, já existem aplicativos como, por exemplo, o Socioclean, que monitoram e limpam os perfis de usuários do Facebook caso exista algum tipo de material inapropriado neles.

10) Choice-cuts: A quantidade de informação lá fora é enorme e o desejo dos consumidores em absorverem apenas a melhor parte de todo esse conteúdo é algo latente. Por isso, qualquer coisa que ajude a apresentar, editar, exibir, filtrar, agrupar e curar dados é bem-vindo (ó a Fresta aí, gente!) .

11) Gifting Galore: as marcas fidelizando clientes pelo “toque humano” , permitindo que seus clientes presenteiem outras pessoas com seus serviços. Um exemplo disso é  a compania alemã frinXX, que permite que seus usuários presenteiem amigos com vales-bebidas, você recebe um código no celular e é só retirar seu drink!

 12) Real World Walking: Os consumidores desejam transmitir suas vidas em mídias sociais, tanto é que existem vários aplicativos que permitem dizer onde estamos, o que estamos fazendo e o que estamos gostando. Agora várias empresas buscam trazer isso também para o mundo real.

13) Bidconomy: o tradicional papel comprador-vendendor se inverte, é o caso do site Zipzoom, no qual os compradores anunciam o que estão a fim de comprar, dando aos vendedores a oportunidade de servi-los.

14) Hyper-Personalization: Será que deixar os seus clientes escolherem as cores de seus produtos é personalização suficiente? Não se iluda, a hiper-personalização promete deixar os objetos ainda mais com a cara do consumidor.


Agora, depois de estar a par de tudo isso, como aplicar essas mini-trends e torná-las boas oportunidades de negócio? Fique tranqüilo, pois o Trendwatching te dá todas as dicas. É só clicar aqui para ler o briefing completo (em inglês). Boa leitura! ;)

» comente

Tendências de Inverno 2012

Algumas semanas atrás rolou o Sul Fashion Week em Florianópolis, um evento criado pelo Catarina Coletivo Criativo para mostrar o que há de melhor em moda no estado de Santa Catarina, contando também com a participação de profissionais de outras localidades. Um dos momentos mais esperados do evento foram as palestras do WGSN e ELLE Brasil sobre as macro tendências de inverno de 2012, ministradas por Débora de Pierro. Introduções à parte, vamos apresentar as principais características das previsões apontadas no evento. São elas:

360º: Um novo olhar sobre a moda, uma visão tridimensional, surgem peças com volume, pregas, dobras, brincando com proporções e escalas. A roupa é pensada do lado de fora e também o lado de dentro, com riqueza de detalhes: costuras aparentes, forros por fora, corte preciso, reconstruções e tecidos que capturam o movimento. As cores vão do bege ao laranja e amarelo forte.

Faux Real: O luxo é o que é barato, imitando às vezes o falso, e o falso é cada vez mais chique, como aquela bolsa de saco de mercado com uma corrente dourada da Chanel, por exemplo. A idéia é brincar com a percepção de valor. Surgem misturas divertidas e criativas, misturando tecidos brilhantes com tecidos opacos. As principais cores serão: lilás, rosa, preto opaco, vermelho e cereja.

Seu Espaço: Os espaços minimalistas, organizados, utilitários e nostálgicos influenciando a moda.Surgem os looks andróginos, os tecidos funcionais, roupas modulares, peças desconstruídas, personalizadas, multifuncionais. Os zíperes e botões dão força para construir novos modelos. As cores serão: cinza, caqui, marrom e azul marinho.

Gostou? Em breve estaremos espiando as macro-tendências de inverno de 2013, também apresentadas pela WGSN. Fique de olho! ;)

» comente
Página 16 de 51«1415161718»