1441

Bijuterias com gravuras

Nós simplesmente nos apaixonamos pelos aneis, pulseiras, colares e brincos de cerâmica criados por Abby e Kate, duas artistas que decidiram produzir uma série de bijuterias feitas a mão, com desenhos estampados utilizando métodos de gravura.  O projeto é chamado de Goldenink e são verdadeiras preciosidades. Saiba mais aqui.

» comente

A pattern a day

A designer Ana Luiza Gomes é autora de um desenho de superfície encantador! Em seu projeto, chamado A Pattern A Day, a designer nos mostra suas produções de estamparia, várias delas elaboradas à mão, com um traço bastante característico, o desenho vazado e padronagens simplificadas.  Um de seus projetos que nos chamou a atenção foi um livro que ela criou para comemorar o aniversário de 90 anos de sua avó! Não  é uma graça? Aliás, a designer também tem um blog muito interessante, com várias referências de texturas e moda. Para dar uma espiada, é só clicar aqui

Que lindo! Só meu nome que está errado, é Ana Luiza Gomes. rs! Obrigado pelo post, muito lindo ;]
Ana Luiza Gomes
visitante
02.08.2011 às 09:56
Oi Ana! Desculpe, já corrigimos o erro! hehe bjs!
Cláudia Bär
Fresta
02.08.2011 às 10:03
» comente

Fantasias-esculturas sonoras

Misturando seus conhecimentos em tecidos e materiais variados, Nick Cave criou uma série de roupas/fantasias que parecem esculturas... ou seriam esculturas que se parecem com fantasias? De qualquer maneira, ficamos impressionadas com a quantidade de detalhes, cores e texturas. Além disso, o artista percebeu que, ao misturar galhos com pedaços de metal, tecido e várias outras coisas que as pessoas costumam jogar fora, esses materiais produziam um som característico ao serem vestidos e movimentados, apelidando suas criações de Soundsuits. Veja abaixo algumas de suas criações e também um vídeo com um depoimento do artista.

Po que genial!!
Thomas Hernandez
visitante
07.07.2011 às 17:27
» comente

Você já conhece o Coletivo Margot?

Em 2010, duas cineastas, uma estudante de cinema e uma arquiteta decidiram formar o coletivo de arte Margot, que além de produzir textos, fotografias e vídeo arte, contam com projetos colaborativos muito bacanas, como o Laços e o Enciclopédia.  O projeto Laços funciona mais ou menos no mesmo estilo do Learning to Love You More; a cada cinco dias, o Margot sugere no seu blog pequenas tarefas, nas quais qualquer pessoa está convidada a participar e enviar sua colaboração.  Já no projeto Enciclopédia, as pessoas são convidadas a darem suas definições para um determinado tema, também pré-definido pelo Margot. A proposta do coletivo é bastante interessante, aliás, vocês sabiam que elas também são daqui de Floripa?
Estamos publicando um vídeo e algumas imagens só para você ter um pequeno gostinho do que pode ser encontrado por lá. Clique aqui para espiar. 

» comente

Produtos com estampas moderninhas

A Envelop é uma loja online muito bacana para quem curte produtos com design de superfície com uma pegada mais modernuxa. Aliás, quem é designer e gostaria de ver seus projetos estampados em produtos para o lar, também pode enviar seus trabalhos para o site, se a reza for braba ele pode virar um item na loja! E não pense que a ideia se restringe só para a gringa, pessoas do mundo todo podem participar e também comprar na loja. Legal, né?

» comente

Mostre-me teu escritório que te direi quem és

É mais ou menos nessa questão que o fotógrafo Paul Barber iniciou seu projeto pessoal, chamado Where They Create, que registra os espaços de trabalho de artistas, designers, agências e afins, como se eles fossem capazes de nos mostrar um pouco sobre a personalidade e estilo de vida de cada um. A proposta nos lembrou o trabalho de um outro fotógrafo, Todd Selvy, que registra espaços de pessoas interessantes com foco nos detalhes (já comentamos sobre ele aqui). Bom, agora só falta esperar para que algum dia alguém se interesse em registrar o esritório da Fresta! Haha. Aliás, para quem tiver curiosidade, temos uma foto aqui.

massa, hein!?
vitigrosman
visitante
06.07.2011 às 11:17
Muito bom. Vou mandar uma foto do meu.
marcio goncalves
visitante
06.07.2011 às 11:49
A otto vai mandar um do dela também! ;)
tiago russell
visitante
18.07.2011 às 14:17
» comente

Cubismo tcheco: inspiração para a atualidade

Ultimamente temos visto vários objetos e obras arquitetônicas abusarem de formas geométricas e planos angulosos.  O mais bacana é saber que muitos desses projetos tem como referencia o Cubismo Tcheco, que foi um movimento avant-garde do século início do século XX, contrapondo o estilo Art Nouveau, que era todo trabalhado nas formas orgânicas, em voga naquela época. Os designers do cubismo tcheco transferiram princípios da pintura cubista de artistas como Picasso e Braque para a arquitetura, escultura e também objetos, geometrizando formas orgânicas. Suas principais inspirações eram as pirâmides e também os cristais da natureza, que eram considerados por eles como formas ideais.  Selecionamos abaixo algumas criações daquela época, engraçado perceber como elas realmente se assemelham com alguns objetos de hoje. Bom, como já diriam as nossas avós: “Nada se cria...”

 

ate que e legal ][][][][][][]
gabrile
visitante
13.08.2013 às 14:50
» comente

Tendências inverno 2013

Esses dias nós apontamos as macro-tendências de inverno do ano que vem, dessa vez vamos dar uma espiadinha nas três macro-trends do inverno de 2013 apontadas pelo WGSN, paralelamente ao SPFW. Com o tema "Um mundo, infinitas possibilidades", a moda se desdobra entre multiculturas e estilos de vida, além da busca pelo simples e sustentável. As macro-trends são:

Hypercultura: inspirada em diversas cultural orientais e ocidentais, a web democratiza a história cultural com novas estéticas e múltiplas influências, inclusive de antigas tradições. Destaque para a estética japonesa no guarda-roupa feminino, como as coleções da Kenzo dos anos 80, além de lãs grossas e mistura de estampas geométricas, xadrezes e indígenas. Já no guarda-roupa masculino, as padronagens são fragmentadas, com tecidos reversíveis e pespontos decorativos. Para as crianças, aparece o toque urbano e casual em sarjas com detalhes e cores brilhantes, e muitas, muitas estampas. As cores passeiam entre as fortes, sintéticas e pastéis.

Neutralidade Radical: em meio ao caos urbano, a busca pela neutralidade se torna essencial. Surgem as roupas e rostos unissex, estruturas minimalistas e produtos com múltiplas funções, tudo com cores suaves. No feminino teremos formas que se afastam do corpo, tecidos naturais, barras inacabadas, tecidos amassados, cortes a laser contrastando com a alfaiataria em tecidos sintéticos. No masculino, aparece a alfaiataria minimalista, com golas e lapelas estreitas, a silhueta alongada, looks estruturais e efeitos de sombreamento.

Eco Hedonismo: o luxo mesclado à natureza, uma estética enigmática, hedonista. Nos looks femininos os ombros são exagerados, decotes altos e muitas camadas, aparecem também as transparências, penas e peles. No masculino surgem os tecidos transpassados, tweed, jacquard, brim e cambraias em silhuetas drapeadas. No guarda-roupa infantil, a mistura de texturas lisas e rústicas. As cores são terrosas, além do vermelho escuro, ocre e laranja queimado.

Os vídeos abaixo ilustram cada uma delas. E aí, em qual dessas macro-tendiencias vocês apostam mais?

» comente

Papel de parede vintage

Nós aqui da Fresta temos um carinho especial pelo retrô e pelo vintage, em especial a Marina, que adora produtos nesse estilo. Nisso, encontramos um site, chamado Johnny-Tapete (um nome bem engraçado, por sinal), com papéis de parede  vintage de todos os tipos: geométricos, psicodélicos, florais, listrados, barrocos... um mais lindo que o outro. Além disso, o site também vende objetos de decoração, roupas, acessórios e sapatos originais dos anos 50, 60, 70 e 80. Quem gosta dessa estética não pode deixar de espiar. 

» comente

Cine de bolso

Você já conhece os chamados flipbooks? Aqueles livrinhos que a imagem vai mudando conforme você folheia as páginas rapidamente, sabe? O grupo Paés e a gráfica FacForm criaram um projeto muito legal, chamado Cine de Bolso, viabilizado pela Funcultura, no qual 25% dos lucros são destinados a escolas, bibliotecas e centros culturais.  São 4 volumes, cada um deles contemplando algum lugar do Complexo Turístico Cultural Olinda-Recife.  Os livrinhos podem ser adquiridos nas Livrarias Cultura, Saraiva e Imperatriz. Para mais informações é só acessar o site do projeto.

Este projeto é lindo, mesmo! Livrinhos lindos pra representar uma cidade linda! Vai ter mais, né?! :)
Juliana Delgado
visitante
01.07.2011 às 14:57
» comente
Página 26 de 79«2425262728»